Consultar ensayos de calidad


Administraçao Financeira e Areas Afins

A Administraçao Financeira esta estritamente ligada à Economia e à Contabilidade, pode ser vista como uma forma de Economia
aplicada, que se baseia amplamente em conceitos econômicos e em dados contabeis para suas analises. No ambiente macro a
Administraçao Financeira enfoca o estudo das instituições financeiras e dos mercados financeiros e ainda, de como eles operam dentro


do sistema financeiro nacional e global. A nível micro aborda o estudo de planejamento financeiro, administraçao de recursos, e capital
de empresas e instituições financeiras.

É necessario conhecimento de Economia para se entender o ambiente financeiro e as teorias de decisao que constituem a base
da Administraçao Financeira contemporanea.
A Macroeconomia fornece ao Administrador Financeiro uma visao clara das políticas do
Governo e instituições privadas, através da quais a atividade econômica é controlada. Operando no “campo econômicocriado por tais



instituições, o Administrador Financeiro vale-se das teorias Microeconômicas de operaçao da firma e maximizaçao do lucro para
desenvolver um plano que seja bem-sucedido.Precisa enfrentar nao outros concorrentes em seu setor, mas também as condições
econômicas vigentes.
As teorias microeconômicas fornecem a base para a operaçao eficiente da empresa. Sao extraídos daí os conceitos envolvidos
nas relações de oferta e demanda e as estratégias de maximizaçao do lucro. A composiçao de fatores produtivos, níveis ótimos de
vendas e estratégias e determinaçao de preço do produto sao todas afetadas por teorias do nível Microeconômico.
A mensuraçao de preferências através do conceito de utilidade, risco e determinaçao de valor esta fundamentada na teoria
Microeconômica. As razões para depreciar ativos derivam dessa area da Economia. A analise marginal é o princípio basico que se aplica
em Administraçao Financeira; a predominancia desse princípio sugere que apenas se deve tomar decisões e adotar medidas quando as
receitas marginais excederem os custos marginais. Quando se verificar essa condiçao, é de se esperar que uma dada decisao ou açao


resulte num aumento nos lucros da empresa.

Alguns consideram a funçao financeira e a contabil dentro de uma empresa como sendo virtualmente a mesma. Embora haja
umarelaçao íntima entre essas funções, exatamente como ha um vínculo estreito entre a Administraçao Financeira e Economia, a
funçao contabil é visualizada como um insumo necessario à funçao financeiraisto é, como uma subfunçao da Administraçao
Financeira.
O Administrador financeiro esta mais preocupado em manter a solvência da empresa, proporcionando os fluxos de caixa
necessarios para honrar as suas obrigações e adquirir e financiar os ativos circulantes e fixos, necessarios para atingir as metas da
empresa.

Ao invés de reconhecer receitas na hora da venda e despesas quando incorridas, reconhece receitas e despesas somente com
respeito às entradas e saídas de caixa. É justamente essa a diferença principal entre as duas, O Contador usando certos princípios
padronizados e geralmente aceitos, prepara as demonstrações financeiras com base na premissa de que as receitas devem ser
reconhecidas por ocasiao das vendas e as despesas quando incorridas.
Esse método contabil é geralmente chamado de Regime de Competência dos exercícios contabeis, enquanto em finanças, o
enfoque esta em fluxos monetarios, equivalente ao regime de caixa.





Política de privacidad